"Querido John" - Nicholas Sparks



Como vocês já puderam perceber, mais uma vez, iremos falar de Sparks.Pois é, esse homem não saí da minha vida de jeito nenhum, rs.

Bom, Querido John é um livro que deixa a maioria dos leitores insatisfeitos,porque,o final não corresponde às nossas expectativas.Entretanto, se observarmos bem, é o decorrer da narrativa que  nos faz detestar os acontecimentos finais.


Como sempre, Nicholas nos envolve de maneira arrebatadora e,assim, acabamos nos encantando pelo jeito de John Tyree, um jovem rebelde,sem perspectivas sobre o futuro, e que decide se alistar para o exército, logo após concluir o Ensino Médio.John não tinha um bom relacionamento com seu pai.Era algo do tipo: dois estranhos morando juntos.Cada um em seu canto, salvo nos horários das refeições.Seu pai era quieto, intuitivo e colecionador de moedas.E para falar a verdade, John detestava isso.Não que não amasse o pai, mas ele só falava sobre sua coleção e, nunca havia dado uma demonstração de amor verdadeiro.Todos os abraços e beijos eram feitos como obrigação.E com a ausência da mãe - o pai lhe dizia que ela havia se arrependido de se casar jovem e, por isso, saiu de casa -, John precisava, mais do que nunca, do carinho paterno.Entretanto, o mesmo não ocorria.Porém, ao se alistar e servir na Guerra, Tyree presencia fatos horrendos e teme perder seu pai, sem ao menos, se despedir dignamente.

O destino, no entanto, tinha outros planos para John. O mesmo saí ileso da batalha e volta para casa para passar um tempo com o único membro de sua família. Durante sua licença, Tyree conhece Savannah Curtis e ambos se apaixonam perdidamente.
Seria esse um amor que ultrapassaria todas as dificuldades e todos os desgastes das lutas?

A verdade era a seguinte: faltava pouco tempo para John conseguir dispensa do batalhão, e por esse pouco tempo, promessas foram proferidas, cartas enviadas e o amor à distância perpetuado. Entretanto, o ataque de 11 de setembro acaba por mudar esse história, porque agora, John deveria escolher entre ficar com Savannah e trabalhar, mais uma vez, por seu país.Um caminho de mão única, vale constar.

Após um longo tempo sem notícias de Savannah, John recebe uma carta - a última talvez - que mudou sua vida para sempre. Sua amada havia feito uma escolha e ele, por amá-la, teve que respeitar.

Ao retornar à Carolina do Norte, após ter concluído seus deveres como cidadão, podemos notar como John deixou de ser um menino e se tornou um homem.Mais uma vez, Sparks trabalha bem seus personagens e nós visualizamos cada mudança.

O que será que dizia a carta destinada ao "Querido John" ? Será que Savannah terá tomado a decisão correta? E o relacionamento entre John e seu pai?
 Este conto será de "pura saudade e duro destino" ?

Por favor, não julguem o livro pelo filme ou algo do tipo. Como toda obra de Sparks, você terá que ter o seu lencinho de papel para conseguir terminar. Acreditem.

E como não poderia faltar... confiram o trailer do filme, logo abaixo.



 

Bjks e até os próximos encontros!

3 comentários

  1. aheeeeeeeee.....realmente....o final não é legal para quem gosta de romance....entretanto mais uma vez o livro é melhor do que o filme...bjks

    ResponderExcluir
  2. Com certeza! O filme muda muitoooo

    ResponderExcluir
  3. Geralmente as adaptações do Sparks são muito parecidas e Querido John conseguiu desviar das outras. Adorei, mesmo não gostando muuito do Channing como ator!

    ResponderExcluir