Feliz Dia Do Escritor !!!


Hoje é um dia muito especial para todos nós. Não pensem que falo do especial que se iniciará daqui a pouco, pois me refiro à grande data e à grande homenagem feita para os escritores.

"No dia 25 de julho de 1960, após a realização do primeiro Festival do Escritor Brasileiro, promovido pela União Brasileira de Escritores – tendo João Peregrino Júnior na presidência, e Jorge Amado, como vice-presidente - foi criado o Dia do Escritor. Uma justa homenagem a todos aqueles que receberam o dom de transcrever em palavras, relatos, histórias, fantasias, sentimentos e vivências."
O escritor é uma pessoa livre,que se permite pensar em histórias para contar e para soltar a imaginação do leitor.Não necessariamente, esse título é empregado só para os autores de livros,pois temos muitos talentos que ainda não foram descobertos, como os escritores de fics, poesias e poemas populares.Por isso, estou aqui, para parabenizar todos que são escritores, de livros ou não.Vocês tem o poder de tornar as simples letras do alfabeto em algo mais especial. Um novo mundo, uma nova regra, ou seja, uma nova história.
Eu realmente me "achei" nesse lugar. Muitos amigos me diziam para ser empresária ou pensar no ramo do petróleo porque é muito remunerado, mas sinceramente,afirmo que seria infeliz nesse profissão, pois meu amor por leitura e escrita é a maior necessidade de que supro.Enfim,também gostaria de agradecer, por me apoiarem no blog e, por me incentivarem a continuar nessa caminhada.

Assim, para homenagear todos os nossos autores favoritos, iremos postar o perfil de alguns, após o Read More.Aproveitem:
Stephenie Meyer  é uma escritora americana, conhecida pelos best-sellers da série Twilight (Crepúsculo), que gira em torno da relação entre a jovem Bella Swan  e um vampiro, Edward Cullen,que não bebe sangue humano mas tem um forte apelo ao sangue da garota . Dois personagens de contrastes que se apaixonam e resolvem correr o risco de uma proximidade tão perigosa. A história é repleta de romance, aventura, suspense e seres sobrenaturais.
Graças à repercussão da série Crepúsculo, Meyer foi classificada como 49º na lista da revista Time das "100 pessoas mais influentes em 2008".Em 2010, a Forbes classificou-a como a 59º celebridade mais poderosa, com salário anual de US$ 40 milhões.[3]
Os livros da série Crepúsculo já venderam cerca de 120 milhões de cópias ao redor do mundo, com traduções em 37 línguas diferentes, para 50 países.A adaptação cinematográfica de Crepúsculo foi lançada nos Estados Unidos em 21 de novembro de 2008, e no Brasil em 19 de dezembro. Stephenie Meyer também é autora do romance de ficção científica The Host
( tendo este estado também em primeiro lugar na lista de best-sellers do New York Times).


 J. K. Rowling  é uma escritora britânica de ficção, autora dos sete livros da famosa e premiada série Harry Potter, e de três outros pequenos livros relacionados a Harry Potter. Desde criança, Joanne gostava de ler contos como O Vento nos Salgueiros e O Cavalinho Branco. Muitos autores influenciaram sua obra, e fizeram nascer em Joanne a vontade latente de tornar-se escritora.
Famosa por escrever em bares, com a primogênita ao lado no carrinho, ela enfrentou uma série de dificuldades até atingir a riqueza e a fama como escritora, passando-se longos anos até que  Harry Potter e a Pedra Filosofal chegasse às prateleiras, com a ajuda de seu agente literário Christopher Little. Desde então, J. K. Rowling escreveu os outros seis livros que a tornaram rica, e capacitaram-na a contribuir com instituições que ajudam a combater doenças, injustiças e a pobreza.
Seus livros, traduzidos para sessenta e quatro línguas, venderam mais de 400 milhões de cópias pelo mundo todo, e renderam à autora por volta de 576 milhões de libras, mais ou menos 1 bilhão de dólares, segundo estimativa da Forbes em fevereiro de 2004, tornando-a a primeira pessoa a tornar-se bilionária (em dólares) escrevendo livros.Já em 2006, ela foi nomeada pela mesma revista como a segunda personalidade feminina mais rica do mundo, atrás apenas da apresentadora da televisão americana Oprah Winfrey. Em 2007 ficou com a posição 891 dos bilionários do mundo na lista da Forbes e nesse mesmo ano ela ficou com o número 48 da lista da Forbes "100 Celebridades". Em 2008, apareceu na posição 1064, embora sua fortuna tenha aumentado com o lançamento de Harry Potter e as Relíquias da Morte, o último livro da série. É notório, entretanto, como J.K.Rowling afirma veementemente no documentário Um ano na vida de J.K.Rowling, dirigido pelo escritor James Runcie, que, embora possua muitos milhões, não chega a ter um bilhão de dólares. Com efeito, o seu património, em 2010, foi avaliado pela Forbes em 815 milhões de euros.
Em 2011 foi lançado o filme Magia além das palavras, uma biografia não autorizada pela escritora.
Em fevereiro de 2012, Little, Brown & Company anunciou que iria publicar o primeiro romance de Rowling para adultos, The Casual Vacancy. Será publicado em língua portuguesa no último quartil de 2012: em Portugal pela Editorial Presença, e no Brasil pela editora Nova Fronteira.


Suzanne Collins é escritora e roteirista de programas infantis, formada em escrita dramática pela New York University. Fez vários roteiros para a Nickelodeon. Entre 2003 e 2007, Suzanne escreveu os cinco livros da série de fantasia “The Underland Chronicles”. Em 2008, lançou “The Hunger Games”, primeiro livro da trilogia homônima. A inspiração veio quando ela assistia TV: mudando de canal, viu um reality show que passava ao mesmo tempo em que outro canal transmitia cenas da Guerra do Iraque. Suzanne inseriu essa junção num contexto de mitologia grega e em suas noções de efeitos de guerra. "The Hunger Games" está na lista de best-sellers do The New York Times há mais de sessenta semanas e sua adaptação cinematográfica foi lançada no começo de 2012



Nicholas Sparks viveu a sua juventude em Fair Oaks, na Califórnia e vive atualmente na Carolina do Norte com a família. Foi premiado com uma bolsa de estudos da Universidade de Notre Dame pelos seus excelentes resultados e, em 1988, licencia-se em Economia. Curiosamente, o seu sonho era tornar-se atleta de alta competição, sonho de que teria de abdicar devido a um grave acidente. Iniciou-se a escrever enquanto trabalhava como delegado de informação médica e, mais tarde, surge Theresa Park, agente literária, que se propôs representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance, «The Notebook», à Warner Books. Com livros como A Última Música(The Last Song)e Querido John (Dear John), Nicholas Spaks tornou-se bem conhecido no Brasil, agora com outros livros publicados pela Editora Novo Conceito.



André Vianco é um escritor brasileiro, nascido em São Paulo, estado de São Paulo, e criado em Osasco.Suas obras sobrenaturais misturam terror, suspense, fantasia e romance.
Antes de adotar Vianco como seu sobrenome artístico, - que homenageia a cidade de Osasco derivando da Rua Dona Primitiva Vianco - André começou a escrever profissionalmente para a rádio Jovem Pan na seção de humor. Tornou-se redator do departamento de jornalismo da rádio e por lá permaneceu por dois anos.
Em 1999 após ser despedido de seu emprego em uma empresa de cartões de crédito, André utilizou o seu FGTS para produzir 1000 cópias de seu primeiro best-seller, Os Sete. Em 2000 ele foi pessoalmente promover seu livro em livrarias e editoras. Em 2001 a editora Novo Século se interessou por seu trabalho e re-publicou o livro. Desde então a parceria entre autor e editora proporcionou mais livros e uma obra que está sendo gradualmente ampliada.
Os Sete deriva diretamente do primeiro romance de André Vianco, O Senhor Da Chuva (1998). Em O Senhor da Chuva, apesar da história estar relacionada diretamente a anjos e demônios, o autor criou uma personagem vampiro que, segundo o autor, teria sido pobremente explorado. A partir de então, André ficou com a ideia de escrever um romance em que vampiros seriam os protagonistas. Em seu primeiro roteiro, pré-escrita, os vampiros eram apenas dois e o título do livro seria "Os Dois". Porém André não se sentiu satisfeito e sua trama virou "Os Sete" (1999)



Meggin Patricia Cabot, mais conhecida pela abreviação Meg Cabot, Patricia Cabot ou pelo seu pseudônimo Jenny Carroll (Bloomington, 1 de fevereiro de 1967), é uma escritora estadunidense.
É mundialmente famosa por ser autora de mais de 60 livros, dentre os quais seu maior bestseller é a série de dez volumes O Diário da Princesa.
Quando era jovem, Meg passava horas a fio a ler as obras completas de Jane Austen, Judy Blume e Barbara Cartland. Munida com o seu diploma de graduação em Artes na Universidade de Indiana, Meg mudou-se para Nova Iorque, com a intenção de seguir uma carreira de Ilustração|ilustradora autónoma. A ilustração, entretanto, cedeu logo para lugar à verdadeira paixão de Meg - a composição literária - e, então, abandonou a sua ocupação de ilustradora e arrumou um emprego de assistente administrativa num alojamento de estudantes universitários na New York University|Universidade de Nova Iorque, escrevendo sempre que tinha a oportunidade. As primeiras das suas várias novelas históricas foram escritas sob o pseudónimo de "Patrícia Cabot".
É casada com o escritor financeiro e poeta Benjamin D. Egnatz. O casamento foi celebrado em 1 de abril de 1993, o "April Fool´s Day" (dia dos tolos, ou dia da mentira, como é conhecido no Brasil, a escolha da data foi uma brincadeira de Meg, pois seu marido tinha uma crença de que só os tolos se casam. O casamento ocorreu durante uma fuga para a Itália, e o romance "Todo Garoto Tem" é vagamente inspirado nessa história.
Os direitos do livro O diário da princesa foram vendidos à Walt Disney, e um filme de longa-metragem, chamado The Princess Diaries (filme)|O diário da princesa", baseado no livro, foi lançado em Agosto de 2001. Uma sequência do filme, baseado numa história original mas escrita pela Disney, foi realizada em 2004, e chamou-se The Princess Diaries 2: Royal Engagement|O diário da princesa 2. Os direitos da filmalgem das séries All-American Girl e The Mediator também foram vendidos para a Disney.
Já a série de livros chamada "1-800-WHERE-ARE-YOU" deu origem à série de televisão canadense chamada "1-800 MISSING", lançada em 2003 no Canadá e lançada em 2009, com o nome Missing pela Globo no Brasil, sendo que ia ao ar durante a madrugada. Ela teve apenas três temporadas, contando com Caterina Scorsone no papel principal, de Jessica Mastriani.


****


Então, como não é possível falar sobre todos os nossos queridos autores, homenageamos alguns deles que foram eleitos para representar toda a sociedade literária.Espero que tenham gostado. 
E,mais uma vez, parabéns pelo nosso dia!
Bjks!

2 comentários

  1. Adoro muitos destes...mas quero citar aqui também algus q não entraram, como: Cassandra Claire (Cidade dos ossos), Claudia Gray (Noite Eterna), Helen Fielding (O diario de Bridget Jones) e Marian Keyes (Melancia). Amo esses autores também e posso dizer q minha vida é mais completa com a excelente obra deles.

    ResponderExcluir
  2. Sim, sim! Sem estes queridos, nosso mundo seria muito chato e sem imaginação

    ResponderExcluir