"Operação Red Sparrow"


Olá, pessoal!

Voltei aqui para mais uma crítica de cinema, graças à cabine de imprensa que a Aliança de Blogueiros nos disponibilizou!

O filme da vez é a estreia Operação Red Sparrow, que conta com a nossa amada Jennifer Lawrence! E eu já posso adiantar para vocês que esse é um dos melhores filmes de espionagem que eu já vi em tempos. 

"Simbora" para resenha?

***

Operação Red Sparrow nos apresenta Dominika Egorova (Jennifer Lawrence),a mais talentosa bailarina da Rússia, que após sofrer um grave acidente é obrigada a deixar os palcos para sempre. Sem condições financeiras de cuidar de sua mãe, Dominika decide aceitar o emprego que seu tio lhe oferece, e, por complicações dessa ação, ela é obrigada a se tornar uma sparrow - uma espiã que é formada para seduzir, manipular e conseguir extrair informações preciosas para o governo russo.

Nossa ex-bailarina passa por um treinamento extremamente puxado - na maior parte do tempo, parece uma grande escola de sexo -, que tenta tirar os sentimentos e os pudores dos cadetes. Confesso que, em algumas partes, fiquei bem incomodada com a forma como o treino era levado. No entanto, Dominika dá tudo de si para permanecer como sempre foi e, para isso, é obrigada a tentar camuflar seu verdadeiro eu. 


Em determinado momento, é pedido que ela lide com um agente da CIA, Nathaniel Nash (Joel Edgerton), e ache o traidor do governo russo. E é aí que os problemas começam, pois os dois acabam se envolvendo numa especie de relacionamento que nos faz questionar de que lado Dominika está. Durante todo o filme, eu me perguntei se ela estava do lado de sua pátria ou dos EUA. E essa é a sensação mais intensa do filme, pois nada é clichê ou claro. Tudo faz parte de um grande enigma.

Operação Red Sparrow é um filme intenso, de tirar o ar do telespectador. Há cenas bem fortes de tortura e de sexo, mas a atuação do elenco é tão perfeita que você não consegue desgrudar os olhos da tela por nem um minuto.

Jennifer Lawrence, como sempre, mostrou seu grande talento como atriz. Com seu olhar impactante e misterioso, fiquei ainda mais concentrada em seus passos no filme.

O enredo é muito bem elaborado, como já disse, e nenhuma ponta fica solta no longa. Com todos esses pontos positivos, posso afirmar que nem vi o tempo passar.

Sei que o filme não necessita de uma continuação, mas fiquei tão apaixonada que não me importaria de alguma coisa extra aí.

Dentre tantos filmes de espionagem "água com açúcar", Operação Red Sparrow vem para mudar essa realidade.

E, para deixar aquele gostinho para vocês, colocarei aqui o trailer!

Corra já para o cinema e comente conosco o que achou dessa obra de arte.




.

Beijos da Alê!

2 comentários

  1. Gente esse filme parece ser ótimo!
    Não consegui ir ao cinema assisti-lo, mas assim que sair tentarei ver.

    ResponderExcluir
  2. Operação Red Sparrow falha ao concentrar seus esforços num drama físico sedento por explorar não só a tortura mediante sanguinolência, mas também através da exibição da violência de ato sexual, por vezes, não consentido. Quando leio que um filme será baseado em fatos reais, automaticamente chama a minha atenção, eu amo os filmes baseados em livros, adoro ver como os adaptam para a tela grande. Particularmente It - A Coisa, esse filme foi uma surpresa pra mim, já que apesar dos seus dilemas é uma historia de horror que segue a nova escola, utilizando elementos clássicos. Com protagonistas sólidos e um roteiro diferente.

    ResponderExcluir