Para todas as mulheres que sofreram/sofrem com um relacionamento abusivo...



Um dia, eu acordei e vi sua foto com outra pessoa. Você estava sorrindo e suas mãos - que antes tocavam meu corpo com adoração - seguravam firmemente uma cintura - uma cintura que não era minha. 

Meus olhos se abriram e eu acordei de um sonho. Você não era mais meu - mas, na realidade, você nunca foi. 

Lembro de como você me tratou como princesa nos primeiros meses de namoro. Eu sorria - como essa menina da foto está sorrindo agora. 

Os meses passaram e eu comecei a chorar. Chorava todos os dias, porque aquelas mãos que me tocavam com afeto viraram uma prisão. 

Eu me sentia sufocada, prestes a me afogar e você não fazia nada para me salvar. 

Quanto mais eu tentava sair daquelas ondas sufocantes mais eu engolia água, e o sal machucava o que tinha dentro de mim. 

Mais meses passaram e o seu sorriso se converteu em gritos. Seu corpo repelia o meu. Suas palavras de amor se tornaram palavras de ódio.

E eu engolia cada vez mais água. 

Minha família e amigos tentavam me salvar, mas sua força era maior e eu continuava me afogando. 

Um dia, aquelas feridas abriram meus olhos e eu consegui reunir meu último fôlego para pular para areia. Agora, as ondas apenas molhavam meus pés, mostrando que você ainda podia me alcançar. 

Mas eu corri. 

Um dia, eu acordei e vi novamente aquela foto. 

Aquela menina que você segurava era apenas eu. 

Uma versão sem feridas de mim mesma.

***

Bom, galera, como vocês sabem, hoje é o Dia da Mulher! Um dia que é muito mais do que uma simples data para receber flores ou parabéns. É um dia de luta, de trazer questões para a sociedade e de se posicionar.

Por esse motivo, eu quis trazer esse meu textinho sobre relacionamentos abusivos. Afinal, quantos caras desejam feliz dia da mulher por um momento e depois machucam verbal e/ou fisicamente suas companheiras?

Relacionamentos abusivos são uma realidade, pessoal, e muitas das vezes a vítima não consegue reunir forças para sair. 

Hoje é o dia de nós nos unirmos e de estendermos a mão para quem precisar de ajuda! Porém, por outro lado, saiba respeitar o tempo de cada um. Lembre-se que se libertar de uma corrente é muito difícil, mas lembre-se também de se mostrar sempre presente. 

Juntas somos mais!

Feliz Dia da Mulher!

Um comentário

  1. Realmente isso é algo que ninguém queria falar em pleno século XXI, mas hoje ainda tem muita gente passando por isso. Espero que as pessoas acordem e não mais aceitem essas coisas.

    ResponderExcluir