Papo de autora com Ana Beatriz Brandão! #3


Acabei de escrever o meu livro. O que faço agora?

Depois de horas debruçado no computador, dedos doendo de tanto digitar, noites de insônia, muito chocolate, muitas ideias borbulhando na cabeça, muitos deletes e centenas de palavras depois, finalmente você terminou de escrever seu livro.  Se resistir ao impulso de apagar tudo depois do FIM, então chegou a hora de dar um destino a essa história. O que eu vou fazer agora?

Outra coisa que me perguntam muito é: “O que fazer para conseguir publicar um livro?” E eu sempre respondo baseada nas pesquisas que fiz e na minha experiência: primeiro, teste o livro. Como? Simples, escolha pelo menos quatro pessoas de sua confiança para lerem o livro e darem sua opinião SINCERA sobre a história. A leitura crítica é muito importante antes de pensar em enviar seu original para a editora avaliar.  

Não tem coisa pior do que você acabar de escrever um livro e já querer enviar pra editora, muitas vezes, sem nem fazer a revisão. Isso vai queimar seu nome logo de cara, ainda mais se for o primeiro livro que você escreveu. O meu primeiro livro escrito, Ilha dos Sonhos (que a propósito está disponível no wattpad), não foi o que enviei a uma editora, e o motivo é óbvio: estava mal escrito, cheio de erros e falhas na história. Só hoje, depois de algum tempo e depois de fazer uma boa revisão, que decidi disponibilizá-lo para o público, mas, na época em que o escrevi, pensava que estava perfeito.

Eu tenho a beta (nome que chamamos as pessoas que leem o livro antes de qualquer pessoa) mais crítica do mundo: minha mãe.  É sério! Ela lê meus livros e acha defeito até onde não tem, mas isso me ajuda muito. Ela é bem detalhista e coerente. Fez a revisão do Sombra de um anjo sete vezes e, mesmo depois de publicar, ela ainda quis que eu mudasse algumas coisas para a segunda edição! É de pessoas assim que você precisa para ler seu original.

Não tenha medo de críticas, pois elas são para o seu bem. E não tenha medo de mudar algumas coisas se for o melhor para a história. Nesse momento, nada de superego. Seja humilde e aceite as sugestões que seus betas lhe fizerem. Acredite, nenhum autor no mundo escreve um livro sozinho... todos precisam sempre de alguém que leia a história e aponte coisas que, muitas vezes por conta da empolgação, deixamos passar.

Outra coisa importantíssima é fazer uma boa revisão. Não dá pra mandar um livro pra uma editora cheio de erros gramaticais. Se gramática não é seu forte, procure alguém para fazer, um amigo, professor ou profissional da área. Esse é um ponto muito importante, viu? Imagina um editor pegando seu livro para ler e logo de cara já tem uma palava escreta erada.  Vose axa que ele vai continuar a le o livru?! Craro que naum neh?

Então ficam as dicas: terminou o livro? Arrume pessoas de confiança pra fazer a leitura crítica e para fazer a revisão ortográfica. Se tudo estiver certinho, se a história for empolgante e você tiver certeza que quer publicar, então agora basta fazer contato com as editoras. Como? Te conto no nosso próximo papo de escritora. 

***
#Alê aqui!

Só eu estou aprendendo muito com essa coluna?? Nossa! Obrigada pelas dicas, Bia!
Estou anotando tudo aqui num caderninho! Hahaha!
E vocês??? Deixem aqui nos comentários o que já aprenderam e o que estão achando desse nosso papo!!

Beeeeijos!

4 comentários

  1. Eu aprendi a negoça dos Betas. Nem imaginava que existia isso. Mas ouvir, ler experiências de quem já vive esse mundo é bem indicado e aproveitável. O chato é que o sonho de ficar rico foi frustrado :/
    Mas a paixão pela escrita e pelas viagens na leitura nunca se dissipa ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha! Que bom que está gostando!!!!!!!!!!
      Sim...não vamos ficar ricos, mas continuamos aqui! hahahhaha!
      Obrigada pela visita :D

      Excluir
  2. Adorei as dicas e fiquei mais empolgada, sempre tive medo e vergonha de ser criticada (não sei porque), bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiie, Laila! Ahhh, eu te entendo total! Também tenho um pouco de vergonha às vezes, mas depois dessa dica da Bia, tô um pouco melhor nesse quesito!
      Muito sucesso para você!
      Beijos e obrigada pelo comentário! <3

      Excluir