De fã para fã: O Diário da Princesa!

 

E eu tenho certeza que você já ouviu falar desse filme!



Mas, e sobre os DEZ livros de Meg Cabot, você já ouviu falar? Pois é, dez livros! Em comemoração aos 15 anos de O Diário da Princesa e a vinda de Meg Cabot para o Brasil, vim fazer esse post com uma resenha dessa história e com algumas informações sobre a linda escritora desses livros! Vem conferir se você ainda não leu, porque deveria ler!

Imagina só, você, no início do ensino médio, recebe a visita de sua avó (que, por sinal, você não suporta), e ela joga a notícia bombástica de que você é uma princesa! Apesar de parecer um sonho virando realidade, para Mia não era bem assim. Tudo que ela queria era uma vida quieta e no anonimato, mas agora ela deveria ter aulas de como ser uma princesa, e aprender a governar Genóvia, tudo isso com a sua avó nada agradável.

Mia é uma garota normal, tem dificuldade em matemática, gosta do irmão da melhor amiga, mas tem uma quedinha pelo cara mais gato da escola (afinal, quem não tem?). É obrigada a aturar a patricinha popular da escola, e tem poucas amigas de verdade. Apesar dos compromissos de princesa, ela se preocupa mais com o que Michael está pensando dela do que aprender as diplomacias de Genóvia.

Todos os livros desta série são leves e divertidos, em formato de diário, são uma leitura rápida e fácil, bem chick-lit. A Meg escreve muito bem e entende as crises adolescentes. Afinal, Mia tem que equilibrar sua vida de adolescente, ativista amante do meio ambiente com a vida de uma garota normal na escola, e ela faz parecer super fácil (tirando todo o drama haha).

Mas, claro, nem tudo são flores. Não posso dizer que todos os livros são excelentes, até porque a Mia é imatura, e isso cansa em alguns pontos. Mas, depois que você percebe que ela vai crescendo ao longo de todo enredo, e vai aprendendo, você fica feliz por ela, pois é como se a gente a acompanhasse ao longo dos anos de sua vida.

Existe uma parte no último livro que você realmente percebe que a Mia cresceu, e dá até um orgulho, me senti aquelas tias que dizem “nossa, como você cresceu!”, e a Mia provavelmente ficaria me olhando tipo “Quem é você? É claro que eu cresci, é o que as pessoas fazem”.

Esses livros são um estilo Thalita Rebouças, que se você acha que na sua idade não iria se interessar, com certeza conhece alguém que iria. E incentivar a leitura é sempre uma boa, não é?

Mas se você gostou do filme, com certeza vai gostar do livro. O filme é paixão antiga para mim, e foi o que realmente me estimulou a ler esses livros. A adaptação deixa um gostinho de “quero mais”, e este desejo é muito bem preenchido pela série de Meg Cabot.

O primeiro filme se passa entre os três primeiros livros, com várias mudanças para encurtar o roteiro (Em um dos livros da série ela até comenta que fizeram um filme sobre ela, e a Lily reclama que foi super injustiçada em sua retratação cinematográfica). E o segundo filme não tem ligação nenhuma com os livros. Este não é tão bom quanto o primeiro, e, apesar de ter o lindo Chris Pine, eu ainda sou team Michael, fazer o quê?

Outra diferença é a Grandmère, avó da Mia. Ela é, muitas vezes, insuportável no livro, diferente da avó incrível interpretada por Julie Andrews, que conseguiu transformar uma personagem mesquinha em uma rainha admirável.

O Diário da Princesa é um dos meus filmes favoritos, e recentemente saiu uma notícia sobre um terceiro filme. Mas, infelizmente, o rumores foram negados, ou seja, nada de filme novo :’(.

A saga acaba na formatura de Mia, e, após dez livros, confesso que senti um buraco no meu coração. Pode parecer muito, mas você se acostuma a ler sobre a vida da princesa, e ao saber que não tem mais um próximo livro, a inevitável saudade bate. É um livro de menina mesmo, com romance, descontração e ataques dramáticos de Mia Thermopolis.

Confesso que sofri muito com o ship nesses dez livros. Michael e Mia já eram meu OTP mesmo antes de eu saber o que era OTP, e talvez seja por isso que eu tenha um carinho enorme pelo livro. 

Porque eu já vi O Diário da Princesa 100 vezes, posso ver mais 100, e não vou cansar.

E, se você comparar o final dos livros com o final do filme, não vai acreditar no tanto de coisas que aconteceram, e nas várias novas situações que surgem... Como Mia ter escrito um livro com cenas de sexo, e não saber como contar para a avó.

Queria ter tido a oportunidade de crescer com Mia ao longo dos anos em que os livros foram lançados, mas, como não tive, já valeu, na minha opinião, aturar essa menina meiga e maluquinha e ver seu amadurecimento. Bateu saudades agora.


E falando nisso, para quem já leu e também sente falta da princesa sem um parafuso, a Galera Record vai lançar um novo livro chamado O Casamento da Princesa. Dá até para imaginar o que vai ser, né? MEU SHIP CASANDO, SEGURA CORAÇÃO!



"Neste novo volume de O Diário da Princesa, da autora Meg Cabot, cinco anos se passaram desde que Mia se formou na faculdade - e sua vida anda bem agitada. Ela coordena um centro comunitário em Nova York, continua perdidamente apaixonada por Michael e está sempre cheia de compromissos reais na agenda. E por falar em compromisso... A imprensa não perde uma oportunidade de maldizer a vida do casal. Por que não se casaram até hoje? Existe outro pretendente? Como a família real permite que ela passe as noites fora de casa? Os paparazzi vivem atrás da princesa, mas ela tem outras prioridades. Até passar um fim de semana romântico com seu amor nas Bahamas. Será que chegou mesmo a hora do “felizes para sempre”?”

 E a melhor parte disso tudo é que MEG VEM PARA O BRASIL LANÇAR! Ela vai fazer uma turnê por vários estados do Brasil, e eu trouxe para vocês as datas e os links dos eventos no facebook!
                                
Cachoeira, BA – 18 de Outubro, 10h



Recife, PE – 19 de Outubro, 17h



São Paulo, SP – 20 de Outubro, 17h



Porto Alegre, RS – 21 de Outubro, 17h



Belo Horizonte, MG – 22 de Outubro, 17h



Rio de Janeiro, RJ – 23 de Outubro, 17h



A Record também vai lançar uma edição especial de O Diário da Princesa, em comemoração aos seus 15 anos. Com direito a capa dura forrada com tecido, impressão do miolo em duas cores, e apresentação de Paula Pimenta.

Tudo isso em outubro desse ano. Mês que vem promete para as fãs de Meg Cabot!

E fiquem de olho no twitter do blog, porque se sair mais alguma notícia, com certeza, postaremos lá ;)


Xoxo, Thamiris.

5 comentários

  1. QUE POST TOP, MEU DEUS! Amo cada vez mais essa coluna! Muito amor!
    E quem não surta com Meg Cabot, né? <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaaa <3 Meg é rainha, e O Diário da Princesa infância né?

      Excluir
  2. Thata como sempre arrasando nas colunas. Adorei o texto!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo como sempre arrasando nos comentários. Adoro você!! Obrigada!! Kkkkkk

      Excluir
  3. Acho que devo ser a única... mas não consigo gostar de O Diário da Princesa. Nem os livros, nem os filmes. A edição dos livros é linda, mas a história nunca me conquistou. E mesmo os filmes... os acho meio bobinhos.

    ResponderExcluir