"Esplendor da Honra" - Julie Garwood


 

Oieeeee meus amores....tudo bem com vocês??? Espero que sim....
Dessa vez titia Flay não demorou muito a dar o ar de sua graça né?? Também com um livro Mara desses não tinha como não devora-lo tão rapidamente. Hoje nós vamos falar de Esplendor da Honra, de Julie Garwood, que a querida parceira Universo dos Livros nos mandou. Nós já resenhamos um livro dessa autora, Um amor para Lady Johanna. Vamos conhecer um pouco mais da história de Madelyne??

O livro conta a história de Madelyne, uma doce jovem que vivia uma vida extremamente sofrida ao lado de seu cruel irmão, o barão de Louddon. Ele era um homem inescrupuloso e que no passado cometeu um crime sórdido contra a irmã do Barão de Wexton, o que era considerado por muitos como o “lobo” Duncan.

Após saber que sua irmã havia sido agredida por Louddon, Duncan resolve se vingar e sequestrar a irmã de seu rival, sendo assim olho por olho. Porém ele é surpreendido com uma armação injusta e acaba sendo aprisionado por Louddon. Ele havia planejado deixar Duncan do lado de fora, sem roupas e preso para que morresse por causa do frio e seria largado do lado de fora para dizer que teria morrido de frio e não traria nenhum problema para Louddon.

Não suportando mais as crueldades do irmão para com ela e com os demais, Madelyne resolve ajudar o prisioneiro a fugir. Em sua mente, ela iria ajuda-lo a fugir e depois ela também fugiria para a casa de sua prima e deixaria de vez o horror que era viver com seu irmão. Ao se aproximar de Duncan para liberta-lo, ela percebe que ele se encontrava enfraquecido por causa do frio que estava prestes a desmaiar. Por esse motivo, ela resolve esquentar seus pés e proporcionando a Duncan a melhor sensação que já havia sentido em toda a sua vida.  Mesmo tendo ficado abalado com a atitude de Madelyne em lhe ajudar, Duncan continua com seu plano inicial e junto com seus soldados que aguardavam para executar a função, levam Madelyne como forma de retaliação as maldades de Louddon. Porém com uma diferença. Ele jamais iria abusar de sua prisioneira e depois de um tempo ela poderia ser libertada.

Mas o que ele não imaginava é que com a convivência com um ser tão angelical como Madelyne, fosse despertar sentimentos que até então eram desconhecidos por Duncan e ao ter ciência de como o irmão dela era tão cruel, decide protege-la com a própria vida.

Com o passar dos dias, surge entre os dois uma paixão avassaladora e que nenhum deles saberia explicar o tamanho e a força desse amor. Entretanto havia ainda a sombra de Louddon, que faria de tudo para capturar Madelyne novamente. Será que o amor vencerá?? Ou o sangue falará mais alto?? Isso é o que vocês vão descobrir ao conhecer essa linda história de amor. Clique no link abaixo e adquira essa linda obra!!!

*****************************************************************************

Quando a Universo colocou que esse livro seria lançado eu surtei na hora. Eu amo as histórias da Julie Garwood. Posso dizer inclusive que comecei a ler mais romances de época após ter lido o primeiro livro dela. Não conheço todas as obras dela, mas os que conheço sempre tem como personagens principais mulheres fortes, que lutam por aquilo que acreditam e defendem com unhas e dentes seus amores. Acho inclusive que essas características são as que me faz gostar tanto dos romances dela, pois nós mulheres não somos frágeis a todo instante. Somos frágeis somente quando queremos ser, e nos livros dela é visto isso com muita clareza.

Como eu disse pra vocês no inicio, o livro se passa a época do feudalismo inglês e por esse motivo encontramos em vários momentos que para nós mulheres do século XXI seria extremamente normal, e para ela era extremamente pecaminoso. Podemos tirar como exemplo a cena a seguir:

Como assim ela virou de costas???? rs

Uma coisa que eu achei bem legal é que a cada capítulo, a autora menciona um versículo da bíblia que possa ter uma correlação com o capitulo que se iniciará. Quando não é um versículo, ela traz citações de grandes filósofos, como podem ver abaixo:




Como é descrito no livro, Madelyne é ruiva e ela não gosta que digam que seu cabelo é ruivo. O tempo todo ela diz que seu cabelo é castanho. Gzuiz, eu querendo que o meu seja vermelho e não tendo coragem de pintar e ela negando o seu vermelhão....ai guria, se joga....rs

Como eu coloquei lá no inicio, esse não é o primeiro livro que leio dessa autora. Desta forma eu ainda tenho como minha personagem preferida a fofa da lady Johanna, mas claro que não consegui parar um minuto de tentar imaginar como seria Duncan. Simmmmm...eu adoro homens que possuem aquela pecada de homem mesmo, mas que no fundo no fundo são cavalheiros. Amei tanto ele que eu adoraria que houvesse um novo livro e que ele aparecesse....ai como eu quero ter o Duncan perto de mim.... Vejam essa narrativa e tirem as suas conclusões:

“O barão Duncan das terras do Wexton era mais alto, que o maior dos soldados, que o estavam guardando. Também era igualmente corpulento, com ombros e coxas fortes e musculosos. Com suas largas e robustas pernas bem separadas e firmemente plantadas no chão, sua postura indicava que ele era capaz de matar todos, se assim desejasse”.


Como vocês sabem, eu sempre procuro encontrar algumas coisas que tenham a ver com o livro, e eu encontrei alguns quotes bem legais e que nos mostra como poderíamos ver o casal....dá uma olhada:






Outros personagens que também me chamaram bastante atenção foram os irmãos de Duncan: Edmond, Gilard e Adela, e que eu adoraria que saíssem livros sobre estes, mas claro que pudesse aparecer o meu querido Duncan nessas histórias também. Fiquei bem curiosa para saber como ficou a vida desses irmãos.

Em resumo, eu amei demais essa história e sinceramente não vejo a hora de poder ler um novo livro da Julie Garwood, acho virei fã número um dela. Ela escreve muito bem e de uma forma que não nos faz cansar da história, pelo contrário, faz com que a gente queira ler o mais rápido possível para descobrir o que ocorre com eles.

Eu super indico esse livro e tendo a mais absoluta certeza de que vocês também irão amar.
Não canso de agradecer a nossa parceira, a Universo dos livros por mais uma oportunidade de conhecer essa obra tão linda....amo vocês!!!!

Bom, eu vou ficando por aqui, mas prometo que voto logo logo para vocês....um grande beijo no coração de vocês!!!

Flay






6 comentários

  1. Opa!!! Parece ser um livro maravilhoso. Quero muito ler e conhece o trabalho da autora também. Gosto de livros de época em que as mulheres se estacam.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  2. Quase não leio romances de época, é aquele gênero que sempre prometo dar uma chance e acabo deixando de lado, mas eu AMEI ter citações da bíblia e de filósofos no início do capítulo, deu um toque especial, adorei mesmo, já coloquei na lista!

    ResponderExcluir
  3. Ownnn! Adoro um romance de época e estou namorando esse livro faz tempos. É sempre bom ver que nos romances de época é possível existir protagonistas femininas fortes e lutadoras.
    Fiquei encantada com a forma que os capítulos são iniciados.
    Parabéns pela resenha.
    Bjus
    Monique - Alfarrábios Literários

    ResponderExcluir
  4. Acho lindo essas capas época e essa achei tão singela e natural, sem aqueles vestidos que dão calor e pânico de tanto volume,rs.
    como você também adoro livros com trechos no inicio do capitulo seja de música ou de outros livros.Acho isso cria uma certa conexão com o autor.

    ResponderExcluir
  5. Não li nada da autora... Na verdade, preciso dar uma chance para os romances de época. A capa é bem bonita e saber que você gosta da escrita da Julie já é um ótimo incentivo <3

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  6. Oi Flavia, amo essa autora e adoro esse livro. Dei muitas risadas e suspiros, espero que a Universo continue trazendo livros da autora.
    Bjs
    Tell me a Book

    ResponderExcluir