"Amos e Masmorras, a missão" - Lena Valenti


Fala galerinhaaaaaa....tudo beleza?? Espero que sim!!

A nossa querida parceira, a Universo dos livros, solicitou que todos os seus parceiros fizessem a resenha dos seus lançamentos de Junho. Coube a nos do TBWBr resenhar um livro que, sinceramente, me deixou loucaaaaaaa....rs

Hoje nós vamos do terceiro livro da série Amos e Masmorras, que tem o subtítulo de A missão. Todos da autora Lena Valenti. Nós já resenhamos os dois primeiros, que tem o subtítulo de: I – A submissão e II – O Torneio. Bora conhecer mais um pouco sobre essa história??

Após o encerramento do torneio Amos e Masmorras DS, onde se conheceram, Leslie Connelly e Markus Lébedev são designados para mais uma missão juntos. Desta vez a missão leva o nome de Amos e Masmorras: nos Reinos Esquecidos. O objetivo dessa missão era para desarticular a principal rede de tráfico humano na Rússia e como ambos haviam se saído muito bem na missão anterior, tanto FBI como SVR resolveram apostar novamente nessa dupla.

Desde a missão nas Ilhas Virgens, era impossível negar que a química entre eles era absurda, entretanto, o profissionalismo e a ética vinham em primeiro lugar. Acontece que não temos como mandar no coração e a paixão e o desejo que existe entre eles começa a falar mais alto e isso pode prejudicar completamente a missão.

Markus tenta de todas as maneiras possíveis ficar longe de Leslie, até porque em seu passado ele já teve problemas em misturar os sentimentos no meio da missão e ele não deseja que isso aconteça novamente. Sem falar que esse acontecimento do passado é o seu maior pesadelo.

Leslie, mesmo recebendo inúmeras cortadas de Markus, não consegue tirar esse russo-moicano da cabeça e fará de tudo para descobrir o que o aflige e quem sabe desfrutar desse romance.

Um livro com muitas cenas de ação, reviravoltas inesperadas e com muita sensualidade. Amos e Masmorras – a missão deixa seus leitores com a adrenalina lá no topo e com muita vontade de chegar logo ao fim da história para saber qual será o desfecho de Leslie e Markus.

Se ficaram curiosos, não percam tempo e cliquem no link abaixo e adquiram mais essa obra de tirar o folego.....



*****************************************************************************

Quando nos foi proposto pela Universo que lêssemos esse livro, confesso que fiquei meio ressabiada, pois eu ainda não havia lido os dois primeiros. Ao perguntar pra Alê ( que foi quem leu os dois primeiros), ela disse que seria tranquilo e que ele poderia ser lido independente dos primeiros. Graças a Deus que eu aceitei a proposta...porque o livro é simplesmente fantástico.

A maioria das pessoas irá pensar que Amos e Masmorras – a missão se trata de um livro hot, entretanto devo alerta-los que não é bem assim. Nesse livro a autora mistura bastante os gêneros. Acredito inclusive que ele deve ser taxado mais como um romance policial do que como hot propriamente dito, uma vez que só acontecem umas três cenas de sexo em todo o livro.

Os personagens principais são incríveis. Leslie com seu jeito destemido e extremamente profissional, e Markus sempre querendo resolver do seu jeito, sem ter que dar satisfação para seus superiores, o que deixava Leslie com sangue nos olhos.

Como dito anteriormente, o objetivo real deles era destruir a grande célula da máfia russa. Por esse motivo o FBI e a SVR se uniram para desarticular e acabar com o tráfico internacional de pessoas. Mas sem querer dar spoilers, mas já dando um pouquinho, Markus possuía uma vontade a mais para dilacerar com esses bandidos por algo que aconteceu em seu passado e que o tornou nesse ser que se fechou para a vida, principalmente no que tange a relacionamentos amorosos. Justamente por causa desse comportamento dele, eu fiquei com os DOIS pés atrás com ele, toda hora achando que ele iria mostrar que era o vilão de verdade....mas com o decorrer da trama, podemos verificar o real motivo dele agir dessa forma e ver que no fundo no fundo ele é uma amor!!!

Eu já li alguns livros que falavam sobre a máfia russa, mas nesse eu pude conhecer algumas expressões russas. Uma das palavras que mais me chamou a atenção foi fenya. Claro que eu recorri ao meu amigo google para descobrir o que era e vi que fenya é tipo um dialeto russo usado por criminosos. TBWBr também é cultura...rs

Não sei se já comentei aqui, mas eu adoro perfumes e sempre que eu estou lendo um livro e é mencionado um perfume, eu corro atrás para ver. Nesse, o perfume que Leslie usa é o Hypnotic Poison, da Dior. Eu amoooo os perfumes da Dior, porém esse eu ainda não conhecia....obvio que terei que ir em alguma loja Renner para conhecer o cheiro. Só conhecer mesmo, porque Money que é good nós num have...rs



O enredo do livro me lembrou demais um filme chamado Busca Implacável com o Liam Neeson, onde a filha dele é sequestrada, sendo que nesse caso pela máfia Albanesa, com a finalidade de prostituição. Para recuperar a sua filha, ele corta um dobrado, matando um por um. É mais ou menos o que acontece no livro, sendo que sem a parte da filha....rs. Markus se sente na obrigação de acabar com esses vermes e poder salvar todas as meninas que eram sequestradas e drogadas para realizar os programas.

Uma outra curiosidade é que em uma determinada cena do livro é citado que existe uma prisão nos EUA chamada Supermax, igual a daquele seriado que passou na Globo. Será que existem prisões como aquela mesmo?? Acho que seria uma boa ter uma prisão assim aqui ou então uma em alto-mar para não ter como esses vermes fugirem.

A série amos e masmorras tem 8 livros publicados até o momento lá fora, mas aqui em terras brazucas só tem 3....espero que a querida Universo nos traga os demais em breve....até porque o livro 3 termina de uma forma que nos deixa com uma icógnita....e eu claro estou desesperada para ler!!!

Confira as capas da 4º a 8º parte!!





Eu super recomendo a série e acho que todos vão concordar comigo....rs

Eu vou ficando por aqui, mas com a promessa de que eu voltarei o mais rápido possível...
Um grande beijo no coraçãozinho de vocês!!!
Flay





7 comentários

  1. Olha quando eu vi essa capa já pensei "ah, se fosse solteira" hahahha Mas fora isso eu curto muito livros do gênero <3! Já quero ler. bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raffa, pensei a mesma coisa... Hahahahahaha

      Excluir
  2. Nao conheço a obra da autora, mas fiquei interessada. Legal quando achamos perfumes, lugares e musicas faladas nos livros, né? Gosto de personagens bem construídos, acho que iria gostar desses.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  3. Amo livros que misturam gêneros literários, principalmente com essa capa que promete tanto hot, mas que bom que o livro se mostrou incrível mesmo com poucas cenas de sexo, amo quando as autoras exploram além disso, livros hots são maravilhosos, mas quando mostram mais que isso, ganham um charme especial pra mim. Já quero esse na minha estante!

    ResponderExcluir
  4. Flay, sempre gosto de ler romances que tenham um cunho policial e também político. E é bom saber que nessas séries você pode ler independente dos outros livros por não influenciar nas histórias. Parabéns pela resenha e pela pesquisa tanto do perfume como das outras capas.
    Bjus
    Monique - Alfarrábios Literários

    ResponderExcluir
  5. Amo essa série, mas li ela há vários anos atrás em espanhol, estou curiosa pela publicação brasileira e não cheguei a terminar de ler a série, acho que parei neste volume.Realmente não me lembro faz tempo agora já posso ler de novo em português. Eba! Que bom que você gostou do livro Flávia!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que o livro não me atrai muito.
    Eu tenho sérios problemas com hot, haahaha. Gosto de cenas de sexo, mas não costumo gostar de livros de literatura erótica porque, a meu ver, eles costumam pecar pelo excesso :(

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir